Praça da Liberdade já está pronta para ser inaugurada, data de inauguração depende da PBH

Se depender do Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), a reinauguração da Praça da Liberdade já pode ser programada para a semana que vem. O trabalho de revitalização das estruturas físicas e dos jardins da praça, feito pelo órgão, já está concluído.

► Circuito Cultural Praça da Liberdade

Mas quem deve bater o martelo sobre o dia em que o público poderá voltar a circular pelo local é a Prefeitura de Belo Horizonte, que não dá previsão para a entrega da praça. “Logo que os trabalhos de revitalização estiverem finalizados, a Prefeitura de Belo Horizonte vai comunicar a data aos cidadãos e para a imprensa”, afirmou a administração municipal por meio de nota.

Ainda não foram completamente encerradas as obras nas ruas e avenidas do entorno, especialmente na avenida Bias Fortes, onde houve a principal intervenção. A partir de agora, haverá uma faixa de paralelepípedos entre a praça e o Palácio da Liberdade, aumentando o espaço para a circulação de pedestres e provocando uma redução da velocidade entre os veículos que passam pelo local. Antes das obras, muitos pedestres circulavam por uma área inapropriada, ilhados entre o trânsito e os jardins da praça.

De acordo com a assessoria da BHTrans, não há data definida para o término dessa obra, mas falta pouco a ser feito e tudo deve ficar pronto na semana que vem. A última ação deve ser a pintura das faixas de pedestres.

A inauguração também depende da finalização do trabalho de iluminação pública, realizado pela BHIP, mas a assessoria de imprensa da empresa afirmou que esse trabalho se encerra nesta sexta (30). Toda a mudança foi feita de acordo com as diretrizes do Iepha e Conselho Municipal de Patrimônio, buscando conciliar melhorias com a preservação da estrutura do projeto da década de 1920.

Assim, os postes antigos que ficavam fora da praça foram levados para dentro dela e alinhados conforme os jardins. O entorno também recebeu nova iluminação, visando melhorar a segurança nos pontos de ônibus e pontos de maior circulação.

A Cemig trabalha no momento na instalação da iluminação especial de Natal e não há informação ainda se as luzes serão ligadas no mesmo dia da reinauguração da praça.

~

Revitalização pronta

De acordo com a presidente do Iepha, Michele Arroyo, houve uma preocupação em respeitar o projeto da Praça da Liberdade e, ao mesmo tempo, valorizar a segurança das pessoas que passeiam por ali. “Todo o piso danificado foi trocado, a terra dos jardins foi substituída, tratada e foram plantadas novas mudas. As árvores que tinham sérios problemas foram suprimidas e foram plantadas outras da mesma espécie, para manter a paisagem”, explica.

Também houve restauração dos elementos artísticos da praça: as ninfas, os bustos e o coreto. Por sinal, o coreto ganhou uma atenção especial. Foram restaurados os painéis pictóricos que imitam tijolinhos. A cúpula e as estruturas metálicas ainda não foram pintadas porque a tinta especial precisa de dez dias para secar – algo impossível em um período chuvoso como o atual.

Também houve um aumento no número de bancos, que foram todos mudados, e uma revitalização nas bombas das fontes. As obras tiveram início em julho deste ano e o valor total investido é de R$ 5,2 milhões.

Ansiedade

Muitas pessoas esperam que a inauguração seja o mais breve possível. A aposentada Rosa Oliveira Castro, de 64 anos, mora na região da Savassi e prefere passar pelo local para ir da avenida Brasil até a rua Gonçalves Dias. “Tá difícil transitar pela região e dar a volta em toda a praça. Não vejo a hora de ter uma caminhada mais tranquila”, contou.

O estudante Lucas Silveira, de 22 anos, disse que espiou o resultado pelas grades do entorno da praça e viu que a praça ficou bem diferente. “Parece que cortaram aquelas árvores grandes, a praça parece estar mais ‘pelada’. Mas pode ser só uma impressão. Depois da inauguração é que vou ter um olhar melhor sobre a praça”.

Já Adriana Rocco, de 30 anos, mãe de duas crianças, não vê a hora de conferir as luzes de Natal. “Todo ano eu venho admirar a iluminação, é uma tradição entre os belo-horizontinos”, disse.

Outras entregas

Além de entregar as obras da Praça da Liberdade, o Iepha-MG anuncia na semana que vem a data de reabertura do Palácio da Liberdade, o início das obras no prédio da futura Casa do Patrimônio Cultural de Minas Gerais e a finalização do Projeto Tudo de Cor. Em uma coletiva de imprensa nesta segunda (3), o órgão falará também sobre o desenvolvimento do sistema on-line do ICMS Patrimônio Cultural e divulgará mais dois roteiros no site Circuitos de Minas.

Via: hojeemdia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *