Dicas para condomínio!

O início do ano é a melhor época para planejar. Que tal planejar ações para o condomínio em 2022? Confira algumas ideias incríveis que separamos para você colocar em prática em 2022.

1 – Evitar o desperdício de água
Não é só pela questão financeira, mas pela proteção do meio-ambiente.

Cada vez mais, vemos notícias sobre a falta de água em diversos estados brasileiros, e os condomínios podem (e devem) promover ações para o uso consciente deste bem tão precioso.

O síndico pode promover campanhas de conscientização, por exemplo.

2 – Dar novos usos à água
Outra maneira de não desperdiçar a água é reutiliza-la. Muitos condomínios tem apostado em sistemas de captação e reuso de água.

3 – Manter a caixa d’água do condomínio em dia
Além do vazamento promover desperdício de água, ele pode acarretar em danos à estrutura da caixa d’água – por isso é tão importante manter a impermeabilização em dia.

O síndico deve estar atento, ainda, à limpeza correta da caixa d’água, para garantir uma água segura para o consumo de todos os moradores.

4 – Revisar os procedimentos de limpeza do condomínio
A pandemia do coronavírus deixou todos mais atentos quanto à limpeza das áreas comuns do condomínio.

Que tal revisar todos os procedimentos de limpeza das áreas condominiais e criar um cronograma para os funcionários?

As áreas com alto fluxo de pessoas devem ser limpas com maior periodicidade, mas as áreas de baixa circulação não podem ser esquecidas. Lembre-se de adicionar ao cronograma áreas como as casas de máquinas, e também itens como calhas e rufos.

5 – Fazer investimentos que valorizem o condomínio
O síndico é também responsável por manter o condomínio e promover ações que o valorizem.

6 – Ter um bom cartão de visitas embelezando a fachada do condomínio
A fachada do prédio é seu cartão de visitas – e uma fachada bonita valoriza o imóvel. Além disso, cuidar da fachada é também uma questão de segurança.

7 – Planejar, planejar e planejar
Tudo corre melhor com planejamento, e no condomínio isso não é diferente. Especialmente se há alguma obra que precisa ser feita, quanto antes o planejamento começar, melhor.

8 – Manutenção condominial merece cronograma próprio
As manutenções corretivas, por serem emergenciais, acabam custando bem mais caro. Vale muito mais a pena prever os custos com manutenção e evitar surpresas.

Assim, as despesas são provisionadas e o condomínio terá sempre os recursos necessários.

9 – Revisar, periodicamente, da cisterna ao telhado
O síndico deve conhecer cada canto do condomínio. Revisando periodicamente as áreas comuns, você poderá verificar se está tudo em ordem, se as normas estão sendo seguidas, e se a estrutura do prédio está sendo mantida como deveria.

Não esqueça de contratar uma empresa especializada para as revisões mais específicas e que devem ser periódicas, como a revisão (com laudo) do para-raios do condomínio, que deve ser realizada a cada 6 meses.

Além disso, a depender da estrutura do condomínio, a lista deve ser maior. Se seu condomínio possui transformador de energia, por exemplo, ele também necessita de atenção.

10 – Ficar atento aos detalhes
Diz o ditado que “o diabo está nos detalhes” – e é a eles que o síndico deve voltar a sua atenção.

Com a vistoria constante do condomínio, fica mais difícil ser surpreendido por um vazamento que já esteja afetando a estrutura da edificação, por exemplo.

Via: OiSindico