Praça da Liberdade recebe sete novas palmeiras imperiais

A reportagem de Encontro acompanhou com exclusividade o transplante da última palmeira imperial na praça.

A reforma da Praça da Liberdade está entrando na fase final. A previsão é de que as intervenções sejam concluídas no dia 30 de novembro. De acordo com o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico do estado (Iepha-MG), no dia 1º de novembro começam os preparativos para que o lugar receba a tradicional decoração de natal.

► Praça da Liberdade será entregue com mais árvores do que antes

Nesta quarta-feira, a praça recebeu sete novas palmeiras imperiais, que foram transplantadas de um viveiro na Fundação Zoobotânica, na Pampulha. As árvores foram replantadas na Alameda da Travessia, em frente ao Palácio da Liberdade.

Circuito Cultural Praça da Liberdade

Os transplantes dos exemplares chamaram a atenção de quem passava pela região. Feito por uma empresa especializada, a técnica consiste em retirar a árvore de um lugar e replantar em outro, de maneira que a ação não prejudique a espécie. A árvore, portanto, é retirada do local junto com o chamado torrão, bloco de terra e raízes. Chegando ao destino, o vegetal é colocado no berço do plantio, o buraco previamente aberto e hidratado.

A reportagem de Encontro acompanhou com exclusividade o transplante da última palmeira imperial na praça. Por volta das 16h, medindo nove metros de comprimento, o exemplar, com 10 anos de vida, chegou sobre o caminhão da empresa especializada. O processo do transplante durou pouco mais de 20 minutos.

► 15 pontos turísticos próximos a Praça da Liberdade

Ainda de acordo com o Iepha, o coreto está ganhando pintura nova, os bancos da praça já foram substituídos e as lixeiras revitalizadas. O sistema de irrigação foi modernizado e, atualmente, os técnicos que estão trabalhando na fonte Cruzeiro do Sul, a maior da praça, localizada próximo à rua Gonçalves Dias. O lugar vai receber iluminação de LED. Os jardins também estão sendo revitalizados, além dos bustos e estátuas que estão sendo restauradas e limpas.

 

 

Via: revistaencontro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *