O que fazer na Praça da Liberdade?

A Praça da Liberdade é um dos pontos de encontro mais frequentados de Belo Horizonte, o local acompanha a capital desde sua fundação em 1897 e oferece, há mais de um século, uma série de possibilidades de lazer aos mineiros. 

Ao longo do dia, a praça recebe pessoas das mais variadas idades realizando atividades de lazer, caminhadas ou simplesmente passeando e, se você procura por um lugar democrático para reunir os amigos, a Praça da Liberdade pode ser a opção!

Faça um piqueninque – Coloque os dons culinários em ação, ou peça uma boa ação ao seu parente mais próximo para criar guloseimas e faça um piquenique com os amigos. Cada um leva uma comida, ou bebida. Vale também levar livros, revistas e outras coisas para compartilhar com os amigos. Mas se for optar por um programa assim, deixe o celular um pouco de lado para conversar e interagir mais com as pessoas. Curta o momento!

Observação: prefira a área do coreto para se ajeitar com a turma. lembre-se que os jardins da praça são para ser admirados e preservados, então, nada de pisar nas plantas. 

Faça uma resenha ou luau (sem praia…) – Um violão, uma roda de amigos e muita música legal: esse é o combustível para realizar uma resenha bacana. Se for em um lugar bonito e de clima agradável, melhor ainda!  Mesmo sem praia, é possível pensar em um luau, e sentir o pôr-do-sol, curtir o contato com a natureza, enfim, o que vale mesmo é a intenção.

Renove seus conteúdos das redes sociais – Não tem como tirar uma foto feia na Praça da Liberdade! O lugar tem os planos de fundo ideais para fazer imagens bem bacanas. Você pode fazer selfies com os amigos para o face, tirar fotos das paisagens naturalmente coloridas (no melhor estilo “no filter”) para o Instagram, ou fazer um vídeo fingindo que vai cair na fonte (só fingindo, não pode entrar de verdade) para o snapchat.

Visite os museus do Circuito – O Circuito Cultural da Praça da Liberdade é composto por doze espaços e museus em funcionamento, sendo, atualmente, o maior complexo cultural do país. Quase todos têm entrada gratuita e oferecem atividades culturais com regularidades. Será necessário mais de um dia para visitar todos os espaços, por isso, você pode organizar algumas caravanas para conhecer esses locais. Garantimos que será uma rixa experiência! 

Tome um café – Vários espaços do Circuito Cultural têm cafés aconchegantes que oferecem, além da variedade de bebidas à base de café, sanduíches, lanches reforçados e até refeições. No MMM Café e no MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, é possível se deliciar com uma salada, uma broa de fubá ou um delicioso mousse de doce de leite, dependendo da sua disposição. 

No Sou Café e Café com Letras Liberdade, ambos no Centro Cultural Banco do Brasil, as atrações alternam entre as delícias mineiras servidas no primeiro (salgados folheados, sucos, sanduíches, bombons, entre outros) e as atrações musicais que animam o segundo. Durante a semana, DJs comandam as pick ups do Café com Letras DJs dão voz ao rock, samba e às baladas oldies. Já no domingo, a sofisticação do jazz embala o clima da casa. 

Outra opção é o Café do Memorial, no Memorial Minas Gerais Vale, onde também é possível apreciar exposições fotográficas temporárias instaladas no local. Chame seus amigos para curtir um desses lugares!

Organize um bloquinho de pets – Pode falar a verdade! Quer coisa mais linda que a satisfação que seu pet sente quando você o chama pra passear? E os olhinhos de gratidão por ter saído um pouco de casa não tem preço. Chame seus amigos que têm animais de estimação e organize um bloquinho de pets na praça. Lá, eles poderão se divertir, curtir a companhia de outros bichinhos e ter contato com a natureza. Só tenha o cuidado de oferecer água fresca ao animal e o proteja do sol excessivo. Leve também um saquinho de lixo para recolher qualquer sujeirinha que o bichinho venha a fazer no local. Lembre-se, a praça é de todos!

Observação: recentemente, um estudo comprovou que quando seu animalzinho de estimação te olha nos olhos, o cérebro dele libera a ocitocina, a mesma substância do amor liberada no cérebro de um bebê, quando olha pra sua mãe! Que responsabilidade gostosa, hein?

Faça esportes – Vários grupos se reúnem para praticar esportes em BH. Um dia desses, seu grupo pode visitar Praça da Liberdade! Para andar de skate, bicicleta, patins ou patinete, lá  tem espaço de sobra. 

Observação: tenha cuidado em relação ás manobras que vai realizar. O piso pode conter desníveis, e a praça é frequentada por crianças e idosos também. Fique atento para evitar acidentes e nem danificar o patrimônio público.  

Caminhe! – Além de ser uma ótima atividade física, a caminhada promove inúmeros benefícios para o bem-estar corporal e emocional. Reúna uma turma de amigos e incentive-os a caminhar. Até o humor da turma vai melhorar.

Medite – O ambiente da praça é propício para a prática de meditação, de relaxamento, realização de atividades como o tai chi chuan e yoga. Planeje um dia para praticar essas atividades com os amigos. Só tenha o cuidado de escolher um horário em que a Praça da Liberdade não esteja muito cheia para não comprometer seus resultados.

Organize um encontro de casais – Tá namorando e os amigos reclamam que não saem mais juntos? Reúna todos que também estão namorando e organize um encontro. Namorar na Praça da Liberdade é uma coisa que nunca sai de moda. Dessa forma você une duas coisas de que gosta muito: sair com os amigos e namorar!